Atual 7

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), se auto condecorou com a Medalha do Mérito Policial Civil “Pontes de Miranda”, destinado a pessoas e instituições que colaboraram de forma significativa para o desenvolvimento da instituição no estado.

A honraria foi concedida ao comunista por ele próprio por meio de decreto, assinado na última quarta-feira 10. A entrega foi feita pelo delegado-geral Lawrence Melo, em solenidade realizada no mesmo dia.

Para justificar a egolatria, o governador alega no documento que apenas acolheu proposta apresentada pelo presidente do Conselho Superior de Polícia Civil — que de direito é Lawrence Melo, mas de fato é o secretário estadual de Segurança Pública, Jefferson Portela —, que “reconheceu a contribuição significativa [do governador] para o engrandecimento da instituição Polícia Civil”.

Apesar de, pela ordem, o nome do chefe do Executivo maranhense começar com a sexta letra do alfabeto, Flávio Dino ainda fez questão de figurar como o primeiro da lista de homenageados.

Outras 136 pessoas, entre elas até mesmo um investigado em mais de uma dezena de processos por suspeita de corrupção, também foram homenageados com a comenda.

A condecoração foi criada por decreto governamental em setembro de 2002 e foi batizada em com esse nome em homenagem ao jurista alagoano Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda, que despontou como um dos mais brilhantes estudiosos do Direito no Brasil e no Mundo. Foi de autoria dele o “Tratado de Direito Privado”, escrito em 60 extensos volumes.